Páginas

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Três mulheres envolvidas em agressões

Três mulheres, de 52, 55 e 76 anos, agrediram-se mutuamente esta segunda-feira à tarde em Casais da Marmeleira, freguesia do Carregado, Alenquer. 
As vítimas foram assistidas pelos bombeiros e insistiram em ser transportadas ao hospital de Vila Franca de Xira, local onde todas exigiram a presença da PSP para a formalização de queixas por agressões. 
Os distúrbios ocorreram cerca das 15h00, por motivos não apurados. A GNR de Alenquer e os bombeiros foram chamados para tomar conta da ocorrência e assistir as feridas.

Fonte: www.cmjornal.pt

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Páteo Velho reabre e aposta nos vinhos locais

Com 20 anos de existência, o restaurante Páteo Velho, situado na Atalaia, concelho de Alenquer, reabre com um novo conceito após um período de três meses de encerramento.
Uma nova carta e a promoção dos produtos da região faz parte da renovação, que pretende dinamizar a zona de Alenquer e tudo o que o que é lá produzido.
De um pequeno negócio familiar, o espaço cresceu, mas continua a proporcionar um ambiente acolhedor onde ainda podemos degustar pratos confecionados com produtos da zona. 
Segundo Milá Veloso, a proprietária do restaurante, o único produto que não é comprado aos produtores locais é o porco preto. E não só a gastronomia local a representar o que é produzido na região. A produção de vinhos faz parte da história de Alenquer e o Páteo Velho quer valorizá-lo.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Agredida pela companheira com violência

Uma mulher de 40 anos foi esta quinta-feira agredida com bastante violência, ao que tudo indica pela companheira, e depois abandonada, bastante ferida e a chorar, junto ao parque infantil da Quinta da Ferraguda, no concelho de Alenquer.
Foi uma transeunte que encontrou a vítima, uma imigrante ucraniana, pelas 14h15.
A mulher tinha marcas visíveis de agressões no peito, cara e cabeça. Assistida pelos bombeiros de Alenquer, foi depois transportada ao Hospital de Vila Franca de Xira. A GNR investiga.

Fonte: http://www.cmjornal.pt/

Suiniculturas condenadas a multa de 800 mil euros por descargas poluentes

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) acaba de condenar cinco explorações suinícolas que são exploradas pela mesma sociedade – a Agropecuária Valinho, SA – ao pagamento de uma multa de 800 mil euros por efectuarem descargas residuais para ribeiras e rios sem terem licença.
A decisão da APA diz respeito a oito processos contra-ordenacionais que visam cinco explorações suinícolas da Agropecuária Valinho e que foram apreciados em conjunto. A esta condenação, em cúmulo jurídico, a uma coima única de 800 mil euros, a APA decidiu aplicar a sanção acessória de encerramento, por três anos, de duas das explorações em causa: uma suinicultura situada no lugar de Vale do Corvo, São Gregório (Caldas da Rainha) e outra localizada no lugar de Vale Meiriço, Abrigada (Alenquer).

sábado, 6 de janeiro de 2018

"Guiados por uma estrela..."

Alenquer inaugura este domingo o Centro Interpretativo do Pintar e Cantar dos Reis. Esta noite, de 5 para 6 de janeiro, cantam-se e pintam-se os Reis por várias freguesias.
Em Alenquer não se cantam apenas os Reis de porta a porta. Neste concelho, que pertence ao distrito de Lisboa, o Dia de Reis é assinalado com cantares e com pinturas nas fachadas das casas de várias freguesias, com grupos que mantém a tradição secular viva.
Essa tradição acontece na noite e madrugada de 5 para 6 de janeiro e é mantida viva por algumas centenas de pessoas.
Os reiseiros, o nome pelo qual são apelidados todos aqueles que fazem cumprir o ritual, dividem-se em dois grupos, o primeiro dos quais segue munido de lanternas, pincéis e tintas e marca o trajeto com pinturas, a vermelha e azul, de corações e vasos floridos, estrelas, símbolos de profissões - como uma balança ou um martelo - ou da sigla B.R., que quer dizer "Bons Reis".
O segundo grupo, após o apontador cantar a solo, entoa melodias e deixa votos de felicidades para o ano novo.
Com o objetivo de não perder essa tradição e de a dar a conhecer, a autarquia de Alenquer criou um Centro de Interpretação do Pintar e Cantar dos Reis. A inauguração está marcada para este domingo, 7 de janeiro.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Alenquer inaugura em janeiro Centro Interpretativo do Pintar e Cantar dos Reis

A Câmara de Alenquer inaugura a 07 de janeiro o Centro de Interpretação do Pintar e Cantar dos Reis para dar a conhecer as tradições que se cumprem a 06 de janeiro e que o Município quer valorizar.
O vice-presidente da Câmara, Rui Costa, disse hoje à agência Lusa que a 07 de janeiro vai ser inaugurado o Centro de Interpretação do Pintar e Cantar dos Reis, um investimento de 70 mil euros localizado no antigo posto de turismo da vila, no Parque Vaz Monteiro.
O autarca adiantou que o centro leva os visitantes a descobrir tudo sobre as tradições relacionadas com os desenhos e cantares dos reiseiros existentes no concelho, não só através dos conteúdos multimédia, como também dos dois roteiros culturais pelo concelho que o visitante pode aí iniciar.